Plano de Governo

“Fazer do município de NH um exemplo de desenvolvimento humano e econômico sustentável.”

Baixe a versão oficial em PDF aqui:

Se preferir, abaixo segue nosso Plano de Governo na íntegra:

PROPÓSITO

 

“Fazer do município de NH um exemplo de desenvolvimento humano e econômico sustentável.”

 

Novo Hamburgo é uma cidade que precisa resgatar a atenção da sociedade de forma positiva, com propósito, projetos e esperança no presente e futuro. A enorme velocidade da evolução tecnológica e transformações culturais que estamos vivendo precisam ser levadas a sério.

A prefeitura precisa agir como facilitadora dos processos, visando a desburocratização e a potencialização dos projetos e ações de maneira ágil, atualizada, competente e responsável. Acreditamos que nossas ações precisam estar pautadas nas necessidades, buscando soluções de excelência, que visem resolver o agora, mas com visão sustentável de futuro.

A busca constante pela igualdade de oportunidades, proporcionando e estimulando iniciativas públicas e privadas para benefício de todo o ecossistema da cidade, com visão sistêmica e de maneira humana. Coragem e visão de futuro, com profundo conhecimento do passado e presente da cidade, nos ajudam a trabalhar com um alinhamento de propósito de maneira clara, objetiva e real. 

Um governo que ouve e constrói com as pessoas e para as pessoas, unindo forças e visões de todas as esferas para a busca das melhores soluções. Acreditamos que a população é o verdadeiro patrão, que precisa ser tratado com respeito, recebendo o retorno dos seus investimentos através dos serviços e a transparência de tudo o que é realizado na sua cidade. Acreditamos que o nosso município precisa ser desejado por todos, como um lugar melhor para se viver, para investir e construir aqui uma grande história.

Queremos, juntos a você, trabalhar com força por uma cidade de respeito.

 

Venha fazer parte junto com a gente!

JUNTOS VAMOS SURPREENDER


 

Este plano foi elaborado por muitas mãos. Fizemos uma pesquisa aberta nas redes sociais para ouvir as necessidades e ideias da população. Em duas semanas, alcançamos mais de 100 contribuições, que foram lidas com atenção e divididas dentro de áreas do plano.

Também buscamos o olhar técnico de profissionais capacitados e experientes em suas áreas para que esta construção coletiva seja sólida, viável e sustentável, olhando sempre a necessidade presente e sua continuidade futura.

Os partidos da Coligação EnDireita Novo Hamburgo: PROGRESSISTAS, PSL, PL, PATRIOTA, além do apoio do PODEMOS, agregaram muito, cada um com suas equipes e diversidade de culturas, conhecimento e experiências. Junto com os partidos, tivemos também a colaboração de muitos parceiros, que conhecem nossa trajetória e espontaneamente trouxeram aquilo que acreditam ser o melhor para todos.

E tudo isso foi compilado pela Patricia, pelo Filipe e suas equipes, resultando num plano de governo sistematizado em 3 eixos e os gabinetes da Prefeita e Vice Prefeito. O 1º eixo, além dos gabinetes é o Desenvolvimento Humano, o 2º é o Desenvolvimento Econômico e o 3º é a Sustentabilidade, que juntos integram uma solução que humaniza os processos e busca a eficiência na gestão e atendimento à população.

Todo este movimento nos resgata a esperança, mostrando que juntos vamos surpreender e contribuir sobremaneira para resgatar o respeito que cada pessoa e a nossa cidade merece.

Obrigado a todos pelas valiosas contribuições.

 

Equipe de Coordenação do Plano de Governo

PRINCÍPIOS E VALORES

 

Que vão orientar todas as iniciativas do Plano de Governo

 

A legitimidade das decisões e ações que deverão ser empreendidas para alcançar os objetivos aqui definidos não virá apenas de sua evidente legalidade, mas sim, de sua coerência com os valores e atitudes que afirmam. Assim, em todas as iniciativas do plano, deverão observar-se os seguintes princípios:

 

PERSISTÊNCIA: enfrentamento sistemático das questões que geram Desigualdade Social e que impedem ou dificultam o desenvolvimento individual em condições de igualdade, até sua superação ou eliminação, com prioridade para a Educação, a Saúde e a Segurança Social.

 

IGUALDADE: Respeito e promoção da igualdade de raça, gênero, classe, geração e religião em todos os relacionamentos da Prefeitura com seus públicos, em todos os órgãos municipais, em todas as escolas municipais, em todas as iniciativas do plano e em todos os parceiros.

 

SISTEMÁTICA: Começar do básico. Resolver. Atacar o problema seguinte.

 

ACUMULAÇÃO DE CAPITAL SOCIAL: o processo de abordagem, definição e resolução dos problemas a serem enfrentados é tão ou mais importante do que o próprio alcance do objetivo. Em todas as iniciativas do plano, se buscará ativa e conscientemente desenvolver e acumular Capital Social na forma de:

 

Confiança da comunidade em suas instituições e seus dirigentes;

Altos níveis de envolvimento e participação comunitária;

Desempenho e qualidade do atendimento em todos os serviços públicos;

Qualidade, preservação e manutenção do capital humano, físico e cultural acumulado pelo município;

Governança transparente;

Segurança jurídica.

 

COMPROMISSO: Com a realização a longo prazo, todos os objetivos e metas deste plano,  cuja previsão de realização estiver além do horizonte temporal do mandato eletivo atual, serão referendados por lei municipal e confirmados pelas gestões vindouras até que se realizem integralmente.

 

EXCELÊNCIA: Em todas as iniciativas a serem empreendidas, as referências comparativas que definirão os objetivos e caracterizarão as metas serão sempre de excelência em nível global, mesmo que sejam necessárias etapas intermediárias menos ambiciosas. Queremos fazer em NH igual ou melhor que em qualquer outro lugar no mundo.

 

SUBSIDIARIEDADE: A administração entende que as questões sociais ou políticas de Novo Hamburgo devem ser resolvidas no plano municipal e por aqueles que – Município ou Sociedade Civil – for o mais apto para resolvê-las, reservando - ao Município -, sempre que possível, o papel de fomentar, coordenar, fiscalizar a iniciativa privada, de modo a permitir aos particulares, o sucesso na execução de seus empreendimentos.

GABINETE PREFEITA

 

Para um governo, não basta eleger-se democraticamente. É preciso também operar democraticamente, com competência e transparência, dentro dos limites institucionais e legais estabelecidos.

No papel de liderança, a principal função da Prefeita será de facilitadora e de reguladora do processo, mobilizando a estrutura, o orçamento e a legislação municipal no apoio às iniciativas do plano; identificando e captando recursos externos; estimulando a participação das lideranças locais na definição, execução e acompanhamento dos projetos. 

Paralelamente, vai liderar a modernização das estruturas e processos municipais, qualificando, facilitando e agilizando os atendimentos e criando espaço orçamentário para investimento no futuro.

 

Dentre suas funções:

 

OUVIR A SOCIEDADE

Criar o Gabinete Aberto ao Cidadão: semanalmente os cidadãos serão recebidos no gabinete da Prefeita.

Criar o Gabinete de Rua: mensalmente ir aos bairros conversar e ouvir as necessidades da população junto com os secretários.

 

CAPTAR RECURSOS

Criar o Escritório de Captação de recursos para realização de projetos.

 

REGULARIZAR E SIMPLIFICAR

Realizar a revisão dos atos normativos para oferecer uma legislação mais simples e clara para o cidadão, reduzindo o número de atos.

 

PRESTAR CONTAS

Prestar contas à sociedade hamburguense através de audiência pública ao final de cada ano, com transmissão ao vivo nas redes sociais.


 

GABINETE VICE - PREFEITO

 

Responsável pelas Relações Institucionais do Governo Municipal, com a perspectiva de representar, articular e defender interesses perante os diversos atores da sociedade, compreendendo os cenários (monitoramento, análise e diagnóstico) e antecipando tendências; mapear e conhecer a estrutura e o funcionamento das relações institucionais (sejam ligadas ao município, estado ou federação).

O gabinete do Vice-Prefeito terá como propósito, criar um ambiente político e institucional favorável, articulando os diversos setores da sociedade e criando cenários para potencializar e fomentar diferentes políticas públicas e prioridades de governo.

Dentre suas funções:

 

GOVERNANÇA INSTITUCIONAL

Planejar, coordenar, articular e controlar as políticas interna e externa do município, formulando as suas políticas de governança institucional.

 

PROMOVER RELAÇÕES INSTITUCIONAIS

Apoiar a prefeita municipal no relacionamento institucional.

 

GESTÃO DE PROCESSOS

Gerir os processos vinculados ao planejamento de ações anuais por meio da identificação de demandas da sociedade, e ainda, desenvolver, implementar e supervisionar projetos locais e territoriais.

1º EIXO
Desenvolvimento Humano:

 

Entre a ideia utópica e insustentável de “distribuir o bolo” e “esperar o bolo crescer para depois repartir”, precisamos nos focar na superação dos problemas, dos limites e das barreiras concretas que impedem que cada cidadão consiga “preparar e consumir (ou repartir, se quiser) seu próprio bolo”. 

O objetivo principal da administração pública é o de remover as barreiras que impedem ou limitam a liberdade individual, e que estão na origem da desigualdade social. O foco é o indivíduo, como ser humano livre, capaz e responsável, tanto para assumir com propriedade e autonomia suas decisões morais, políticas e econômicas, quanto para definir e ajudar a construir o tipo de sociedade em que quer viver. As iniciativas que se sugerem nesse documento, visam a superação dos principais problemas que impedem, atualmente, esse nível de inserção social e econômica, reduzindo ou eliminando as fontes de desigualdade.

 

Educação:

 

1.1.1 VALORIZAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO

 

PLANO  DE CARREIRA

Abrir o diálogo para a reestruturação do  Plano de Carreira do Magistério Público Municipal.

 

PAD E REUNIÕES PEDAGÓGICAS

Manter o planejamento à distância (PAD), conforme legislação, assim como as reuniões pedagógicas.

 

QUALIFICAÇÃO

Buscar parcerias com Institutos de Ensino Superior - em áreas de interesse da administração - aos profissionais da educação, para instituir programa de incentivo a cursos de graduação, especialização, mestrado e doutorado.

  

FORMAÇÃO

Proporcionar a formação continuada dos professores e equipes diretivas, além de oferecer capacitação para secretários de escola, serventes escolares, merendeiras e estagiários, aproveitando o conhecimento dos profissionais da rede de educação municipal.

 

DIÁLOGO

Disponibilizar agenda na Secretaria de Educação na perspectiva da construção de um diálogo aberto e de valorização dos profissionais.

 

1.1.2 REDE DE ENSINO E COMUNIDADE ESCOLAR

 

GESTÃO DEMOCRÁTICA

Consolidar uma proposta de gestão participativa e compartilhada, alicerçada em seis pilares norteadores: autonomia, participação, representatividade, transparência, descentralização e diálogo.

 

PARTICIPAÇÃO ESTUDANTIL

Incentivar a criação de grupos estudantis na Rede Municipal de Ensino.

 

CONSELHOS ESCOLARES

Qualificar e capacitar os Conselhos Escolares, para incentivar a participação dos pais e da comunidade.

 

ELEIÇÃO DE  DIRETORES

Manter a eleição de diretores, conforme legislação vigente.

 

AUTONOMIA FINANCEIRA

Garantir a autonomia financeira das escolas e buscar meios para ampliar os repasses de recursos.

 

BNCC - BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR

Aplicar e articular a BNCC nos diferentes Níveis de Ensino, contemplando o desenvolvimento humano através das metodologias ativas.

 

PLANO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO

Monitorar o andamento das ações do Plano Municipal de Educação, reunindo constantemente o Fórum Municipal de Educação.

 

CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO

Garantir autonomia e bom funcionamento do Conselho Municipal de Educação como importante articulador das políticas educacionais, para o bom funcionamento do Sistema Municipal de Ensino.

 

FEIRAS E EVENTOS

Qualificar e estimular a realização de feiras e eventos municipais educacionais nas áreas da ciência, literatura, cultura, esporte e empreendedorismo.

 

EDUCAÇÃO INTEGRAL E INCLUSIVA

Instituir uma política de Educação Integral e Inclusiva, estabelecendo uma série de ações na perspectiva da construção de um currículo integrado, superando a lógica da segmentação entre os turnos e qualificando o atendimento aos educandos.

 

MOVE - PROGRAMA MOVIMENTOS E VIVÊNCIAS NA EDUCAÇÃO INTEGRAL

Manter e aperfeiçoar o Programa Move, a partir de um diálogo com as escolas que permitam a sua reestruturação e qualificação em conjunto com a Secretaria de Desenvolvimento Social.

 

ESPAÇOS FÍSICOS

Organizar um cronograma de manutenção dos espaços físicos das escolas, atendendo as demandas pedagógicas e de segurança.

 

TECNOLOGIA E INSTALAÇÕES

Novos ambientes físicos adequados à interação humana e ao uso das novas tecnologias como suporte natural ao novo processo de aprendizagem; disponibilizar acesso à Internet para todos os alunos, nas escolas e em sua residência. 

 

AMPLIAÇÃO DO AMBIENTE DE FORMAÇÃO

Levar o aluno onde o conhecimento está: na cidade, na empresa, no campo, na natureza. 

 

PARCERIAS

Instituir parcerias com empresas e instituições, públicas e privadas, com vistas a articular ações para qualificar projetos desenvolvidos pelas escolas.

 

VIOLÊNCIA ESCOLAR

Fortalecer a patrulha escolar, em parceria com a Guarda Municipal e Brigada Militar, fomentando a ideia de polícia comunitária, com visitas periódicas nas escolas e patrulhamento efetivo, trazendo a sensação de segurança à comunidade escolar.

 

EDUCAÇÃO INCLUSIVA

Descentralização do atendimento e ações psicopedagógicas por meio da implementação de mini-polos regionais que facilitem o seu acesso e contribuam para a igualdade, o respeito à diversidade, através de redes de apoio com instituições públicas e privadas.

 

APRENDIZAGEM

Implementar as metodologias ativas, promovendo o desenvolvimento humano (competências e habilidades) melhorando, desta forma, os indicadores de defasagem idade-ano/série e IDEB, através de um processo permanente de diálogo com os educadores e formação permanente e continuada.

 

MAIS VAGAS PARA A EDUCAÇÃO INFANTIL

Reestruturar a Política Municipal de Educação Infantil, na perspectiva de qualificar a oferta para esse nível de ensino, garantindo que as crianças desenvolvam as habilidades necessárias para o ingresso nos anos iniciais do Ensino Fundamental.

 

AMPLIAR HORÁRIO DA EDUCAÇÃO INFANTIL

Ampliar horário de atendimento nas escolas de educação infantil, para possibilitar que os pais trabalhadores consigam conciliar o seu horário de trabalho com o horário de atendimento das escolas.

 

TRANSPARÊNCIA NA SELEÇÃO DE VAGAS DA EDUCAÇÃO INFANTIL

Tornar o processo de seleção de vagas e critérios de ingresso para a educação infantil transparente e acessível a todos os interessados.

 

TECNOLOGIA

Implantação de biblioteca digital municipal (centro de pesquisa), hospedando as produções e projetos dos professores da rede.

 

EJA

Instituir política de Educação de Jovens e Adultos, na perspectiva de qualificação da proposta existente e de construir outros processos necessários para a inclusão de jovens e adultos na sociedade e no mercado de trabalho.

 

PESQUISA

Inserir a pesquisa científica e a produção textual ao longo de todo o Ensino Fundamental.

 

ALIMENTAÇÃO ESCOLAR

Qualificar a política de alimentação escolar que está sendo desenvolvida, na perspectiva de atingir patamares de qualidade preconizados pela legislação e a garantir o processo pedagógico.

 

ASSESSORIA PEDAGÓGICA

Rever o trabalho da assessoria pedagógica da Secretaria Municipal de Educação, onde considerem a escuta aos profissionais de educação como um elemento fundamental do trabalho que desenvolvem junto às escolas.  

 

TRABALHO INTEGRADO

Efetivar uma proposta articulada e consistente de trabalho em rede com outros setores e secretarias de governo, na busca da qualificação do atendimento às demandas e necessidades dos alunos (saúde, assistência social, segurança, etc).

 

COOPERAÇÃO

Estabelecer trabalho de cooperação com Ministério Público, Conselho Tutelar, dentre outros órgãos competentes, a fim de minimizar problemas de vulnerabilidade social.

 

AÇÕES E PROJETOS / CONTRATURNO

Ampliar as ações e projetos de educação integral, com ênfase nos conceitos de esporte, cultura, cidadania, democracia, sustentabilidade, responsabilidade social e mercado de trabalho através de parcerias e convênios com instituições públicas e privadas.

 

UNIFORMES

Buscar meios para proporcionar, aos alunos da rede municipal, uniforme escolar devidamente identificado.

 

CONVÊNIOS

Buscar parcerias e convênios com entidades que tenham trabalho de referência na Educação e/ou Educação Especial.

 

ENSINO TÉCNICO

Buscar parcerias junto ao Governo do Estado e entidades com o objetivo de ampliar as vagas de educação técnica no município.

 

GOVERNO ESTADUAL

Propor convênios e parcerias com o Governo do Estado, no intuito de qualificar as escolas estaduais, aproximar o trabalho das redes e utilizar espaços ociosos.

 

GOVERNO FEDERAL

Propor parceria com o Governo Federal para implementar o Ensino Cívico-Militar no município de Novo Hamburgo.

Saúde

 

HUMANIZAÇÃO

Garantir a qualificação e a humanização do atendimento na rede de saúde pública, assegurando ações que respondam efetivamente às expectativas da população.

 

MODELO DE GESTÃO

Implantar um modelo de gestão em saúde baseado em estabelecimento de metas, controle anual dos resultados e com a participação do governo, dos profissionais de saúde e dos usuários.

 

GESTÃO DA SAÚDE

Redefinir e reestruturar a Secretaria de Saúde com foco na profissionalização da saúde, melhorando fluxos, rotinas e processos, dando maior agilidade às demandas e reduzindo custos aos cofres públicos, de forma a garantir uma saúde de qualidade ao cidadão hamburguense.

 

OUVIDORIA DA SAÚDE

Utilizar o sistema fornecido gratuitamente pelo Ministério da Saúde.

 

REGULAÇÃO

Qualificar e potencializar a estrutura existente e criar uma equipe de regulação volante e de plantão, integrando e auxiliando os médicos da atenção básica e hospitalar.

 

CARTÃO SUS

Possibilitar que o cidadão faça o seu cartão SUS e o atualize na unidade de saúde mais próxima de sua casa.

 

VALORIZAÇÃO DOS PROFISSIONAIS

Valorizar os profissionais da saúde, promovendo a capacitação técnica e o desenvolvimento humano através do Núcleo Municipal de Educação em Saúde Coletiva e com parcerias das universidades e rede privada de saúde.

 

PLANO DE CARREIRA

Abrir o diálogo para a construção do Plano de Carreira dos funcionários da saúde.

 

MANUTENÇÃO PERMANENTE

Criar programas permanentes dirigidos à manutenção e fiscalização do funcionamento pleno dos equipamentos de saúde do município.

 

EDUCAÇÃO EM SAÚDE COLETIVA

Reestruturar e fortalecer o Núcleo Municipal de Educação em Saúde Coletiva composto por um grupo técnico de trabalho.

 

PROTOCOLOS DE ATENDIMENTO

Reestruturar os atendimentos de saúde, em especial da Saúde Mental, através da criação de protocolos, garantindo a eficiência e maior resolutividade.

REDE INTEGRADA DE APOIO

Trabalhar de forma integrada com a educação, desenvolvimento social, cultura, esporte e lazer:

Saúde na escola: foco na prevenção e educação em saúde;

Esporte é vida: através da prática esportiva, cuidar do bem estar físico e mental;

Cultura e lazer para fortalecer o bem estar emocional.

 

FIM DAS FICHAS/ TELEAGENDAMENTO

Implantar o teleagendamento de consultas, evitando filas em frente às unidades de saúde nas madrugadas e dias chuvosos, além dos agendamentos no balcão para quem prefere ou necessita ir pessoalmente para marcar sua consulta.

 

CONTROLE DE QUALIDADE

Criar um sistema municipal de fiscalização das diretrizes e sua execução, avaliação da qualidade dos serviços públicos de saúde prestados à população, com o controle de metas e objetivos, além da avaliação do desempenho da equipe multidisciplinar da Secretaria de Saúde e dos outros setores da saúde que atendem os cidadãos.

 

ESTRUTURA FÍSICA

Qualificar a estrutura física das unidades de saúde garantindo espaços acolhedores, de acordo com as normas da Vigilância Sanitária, através de planejamento prévio dos investimentos.

 

SAÚDE MENTAL

Estabelecer políticas públicas bem definidas para atendimento de pacientes de Saúde Mental, especialmente os dependentes químicos, em parceria com serviço social e equipe multidisciplinar.

 

INTERNAÇÃO PSIQUIÁTRICA

Fortalecer o sistema de internação emergencial em psiquiatria, integrando a internação e a alta hospitalar com o CAPS, para que haja continuidade no tratamento, seja adulto ou infantil.

 

ASSISTÊNCIA ADEQUADA

Readequação e criação de protocolos específicos para pacientes da saúde mental que precisem de internação hospitalar com espaço e assistência adequados.

 

EQUIPES DA SAÚDE MENTAL

Fortalecer a rede de assistência à Saúde Mental, expandindo as equipes descentralizadas de saúde para atendimento na atenção básica.

AÇÕES INTEGRADAS

Desenvolver ações integradas com municípios da região para buscar soluções visando a melhoria de atendimentos.

 

AMPLIAR AS CONSULTAS MÉDICAS

Ampliar o número de médicos na rede de atenção básica para reduzir o tempo de espera e possibilitar o tratamento da enfermidade de forma rápida e eficiente.

 

SAÚDE DA FAMÍLIA

Ampliar a estratégia de saúde da família para áreas ainda não contempladas, possibilitando maior autonomia aos agentes de saúde.

 

DOENTES CRÔNICOS

Possibilitar o atendimento contínuo por agendamento programado, após o diagnóstico de uma doença crônica.

 

SAÚDE BUCAL

Garantir a manutenção e a continuidade do atendimento nas unidades que possuem a prestação deste serviço, buscando ampliar os atendimentos odontológicos a todos os bairros.

 

CENTRO ESPECIALIZADO DE ATENDIMENTO ODONTOLÓGICO

Viabilizar junto ao Ministério da Saúde a estruturação e a prestação de serviços especializados em odontologia, junto à UPA Centro.

 

SAÚDE BUCAL NA ESCOLA

Instituir ações educativas e preventivas de saúde bucal nas escolas municipais, buscando parcerias com universidades e empresas privadas.

 

SAÚDE COMPLEMENTAR

Fortalecer a saúde complementar através da compra de serviços (consultas, exames e demais especialidades) e do desenvolvimento de redes assistenciais integradas entre os setores público e privado.


CONSULTAS E EXAMES

Criação de força tarefa para identificação da quantidade real de pacientes em lista de espera e organizar mutirões de consultas e exames para zerar lista de espera.

 

CIRURGIAS ELETIVAS

Criação de força tarefa para identificação da quantidade real de pacientes em lista de espera e organizar mutirões de cirurgias no Hospital Geral e iniciativa privada para zerar lista de quem aguarda.

 

SAÚDE INFORMATIZADA

Integrar toda a rede de saúde e terminar com solicitações via malote evitando perda de documentação dos pacientes;

Entrada imediata de informações no sistema durante a consulta, disponibilizando ao final da mesma o número do protocolo do paciente que precisa ser encaminhado para outro serviço;

Disponibilizar as listas de espera, online, e possibilitar a consulta imediata do cidadão à sua solicitação.

 

UPAs 24H - UNIDADES DE 

PRONTO ATENDIMENTO

Buscar junto ao Ministério da Saúde uma UPA para o bairro Santo Afonso;

Buscar a garantia de um serviço de qualidade para o cidadão respeitando o modelo proposto pelo Ministério da Saúde.

 

UBSs ESTENDIDA

Ampliar o horário de atendimento das Unidades Básicas de Saúde, proporcionando ao trabalhador o acesso à saúde preventiva, também desafogando as Unidades de Pronto Atendimento (UPAS).

 

EXAMES LABORATORIAIS

Restabelecer a coleta de exames clínicos para pacientes idosos, gestantes e deficientes nas Unidades Básicas de Saúde;

Ampliar a cota mensal de exames, garantindo aos pacientes laboratórios mais próximos de suas residências;

Diminuir o tempo de espera para pacientes que necessitam do resultado do Pré-Câncer.

 

ASSISTÊNCIA FARMACÊUTICA

Aprimorar e qualificar o fornecimento gratuito de medicações para a população;

Implementar a distribuição de medicamentos a domicílio para idosos, deficientes, doentes crônicos e acamados, pacientes psiquiátricos e pós-trauma.

 

SAMU/AMBULÂNCIAS

Fortalecer e criar uma base adequada, equipando e garantindo ambulâncias em condições de uso com contrato exclusivo, garantindo manutenção preventiva.

 

FUNDAÇÃO DE SAÚDE PÚBLICA/ INSTITUTO DE SAÚDE

Reorganizar juridicamente, criando o plano de carreira dos funcionários;

Reorganizar o organograma, dando autonomia ao Hospital Geral;

 

CARGOS DE CONFIANÇA

Cortar 85% dos Cargos de Confiança na Fundação de Saúde/Instituto.

 

HOSPITAL GERAL

Fortalecer e fomentar, valorizando sua história e buscar seu reconhecimento como Hospital Geral Regional e Universitário;

Assegurar a qualificação técnica e autonomia do Hospital Geral através do fim das indicações políticas (CCs) para a direção da instituição.

 

OUVIDORIA E DIREITO DO CIDADÃO

Criar um setor de acolhimento e apoio para melhorar e garantir informações que tranquilize e conforte seus familiares.

 

SAD - SERVIÇO DE 

ATENDIMENTO DOMICILIAR

Ampliar e garantir atendimento pós-hospitalar e de conforto aos pacientes

 

CENTRO MATERNO INFANTIL

Acompanhar gestantes no final da gestação, com o objetivo de oferecer orientações, dirimir dúvidas e garantir que se familiarizem com o local onde o parto deverá acontecer;

Orientar quanto aos cuidados da mãe e do bebê no primeiro mês de vida, promover o aleitamento materno, realizar e/ou coletar exames de rotina e orientar para a correta vacinação.

 

ONCOLOGIA

Reestruturar o serviço de oncologia, garantindo maior agilidade na realização de exames para diagnóstico e acesso para tratamento dos pacientes no Hospital Regina. Alcançando assim, maior sucesso no tratamento e melhores índices de recuperação.

 

SUS E FEEVALE

Trabalhar de forma integrada, através do curso de medicina com a Universidade FEEVALE, nas diversas áreas da saúde pública municipal, potencializando a aplicação prática dos avanços científicos.

 

PRÁTICAS INTEGRATIVAS

Implementar as práticas integrativas e complementares na saúde pública de Novo Hamburgo.

Desenvolvimento Social

 

BENEFÍCIOS EVENTUAIS EMERGENCIAIS / PROGRAMA RENDA MÍNIMA

Implantar Programa de Benefícios Eventuais Emergenciais, que integram as garantias do SUAS e são prestadas ao cidadão e à sua família, em virtude de nascimento, morte, situações de vulnerabilidade temporária e de calamidade pública. São alguns: 

 

RENDA MÍNIMA

Natalidade, Morte/Auxílio Funeral, Segurança Alimentar, Aluguel Social, Documentação Civil, Transporte/Passagem, Material de Construção.

 

CATAVIDA

Fortalecer o Projeto Catavida, qualificando a coleta seletiva solidária e solidificando parcerias, dando continuidade à proposta de instalação de entrepostos, potencializando o trabalho dos catadores de materiais recicláveis.

 

FÁBRICA DA CIDADANIA

Potencializar as ações da Fábrica da Cidadania, através da retomada do Moeda Social, do gerenciamento da logística de coleta e distribuição das doações, do apoio às iniciativas de inclusão produtiva, da promoção de cursos, oficinas e palestras.

 

RESTAURANTE POPULAR

Implantar restaurante popular em Novo Hamburgo. 

 

MORADORES DE RUA

Implementar o programa Abordagem de Rua, com vistas a atender adequadamente a demanda, realizando os encaminhamentos necessários.

 

CUIDADOS COM O IDOSO

Garantir política pública adequada voltada para a população idosa, garantindo o bem estar social, com habitação, alimentação e saúde. Rever, com o Ministério Público, fluxos dos encaminhamentos de idosos e o plano de Implantação de Instituições de Longa Permanência para Idosos, para a gestão 2021 a 2024.

 

RESIDENCIAL DIA PARA IDOSOS

Buscar a implantação de um Residencial Dia para população idosa.

 

REDE DE PROTEÇÃO À MULHER

Desenvolver um amplo programa de combate a violência contra a mulher;

Aprimorar os fluxos de trabalho na rede de proteção à mulher.

 

PESSOA COM DEFICIÊNCIA

Ampliar ações que promovam inclusão, reabilitação e acessibilidade a todas as pessoas com deficiência.

 

CADASTRO DIGITAL UNIFICADO

Implantar prontuário digital para a rede socioassistencial pública e privada, reconhecendo o indivíduo e a família na rede de atendimento.

 

VALORIZAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DO SISTEMA ÚNICO DE ASSISTÊNCIA SOCIAL (SUAS)

Dar condições para que a Educação Permanente, preconizada no SUAS, seja desenvolvida, capacitando e valorizando os trabalhadores da Política de Assistência Social. 

 

OTIMIZAÇÃO DO TRABALHO

Construir política de valorização orçamentária, de forma a viabilizar a execução da política conforme preconizado pela legislação.

 

AMPLIAÇÃO DA REDE DE ATENDIMENTO

Garantir equipe mínima qualificada para cada serviço conforme preconizado, bem como garantir estrutura adequada, transporte e manutenção permanente;

Realizar estudo de viabilidade para implantação de um Centro de Referência de Assistência Social, um Centro POP (Centro de Referência Especializado para Pessoas em Situação de Rua), retomada do Centro de Referência de Assistência Social Canudos II (CRAS Canudos II) e implantação de um CRAS no bairro Boa Saúde; 

Discutir a integração e ampliação dos Espaços URAS/MOVE; 

Garantir estrutura de gestão ao Cadúnico, a fim de que seja executado no município, de acordo com as regras estabelecidas pelo Governo Federal;

Realizar estudo para definir sobre a permanência das terceirizações dos Abrigos ou a volta gradual para a administração municipal.

 

ARTICULAÇÃO INTERSETORIAL

Promover forte articulação intersetorial cooperativa entre secretarias, diretorias e departamentos.

 

PARCERIAS PÚBLICO PRIVADAS

Qualificar a relação com a rede socioassistencial conveniada (OSCs), complementando os serviços prestados aos cidadãos com qualidade e baixo custo;

Fortalecer o vínculo com os Conselhos, respeitando o trabalho de relevância no controle social;

Fortalecer parcerias com Governo Federal.

 

CAMPANHAS

Qualificar campanhas de arrecadação para os Fundos Municipais de forma continuada, bem como campanhas de conscientização da população, orientações ao público em situação de vulnerabilidade, prevenção às violências, entre outros.

Cultura

 

PROJETOS CULTURAIS

Dar continuidade a projetos aprovados em âmbito federal e estadual.

 

DIAGNÓSTICO CULTURAL

Realizar diagnóstico sobre as produções e produtores culturais municipais, ampliando o cadastro, monitoramento, qualificação e fomento das produções artísticas, culturais e artesanais locais.

 

PLANO MUNICIPAL DE CULTURA Executar e monitorar a implantação do Plano Municipal de Cultura, em conjunto com o Conselho Municipal de Políticas Culturais.

 

POLÍTICA DE MODERNIZAÇÃO

Implantar política de modernização da gestão administrativa e financeira nos equipamentos culturais, buscando financiamento continuado de suas atividades.

 

INCENTIVO À LEITURA

Realizar projetos de incentivo à leitura e fomentar a criação de bibliotecas comunitárias.

 

 CALENDÁRIO MUNICIPAL

Organizar calendário e agenda de cultura municipal, estimulando a participação, valorizando os agentes culturais e fortalecendo os eventos já existentes no município.

 

FEIRAS

Criar espaços de feiras artísticas e artesanais regulares no município.

 

EVENTOS

Produzir e incentivar a realização de eventos de lazer embasados em atividades culturais.

 

FESTIVAIS

Promover Festivais das mais diversas atividades, especialmente as mais difundidas pelas comunidades, tais como: Festival Estudantil de Teatro, Festival Estudantil de Música (pode ser por gêneros), Festival Estudantil de Dança, Festival Internacional de Corais Infantis, Festival de Esquetes Teatrais, Dançando, etc. Incentivar a participação dos grupos de teatro de NH nos festivais de teatro que acontecem no Estado.

 

CONVÊNIOS E PARCERIAS

Disponibilizar a utilização dos espaços criativos livres para agentes de cultura municipais cadastrados, tendo como contrapartida dos produtores a execução de oficinas culturais gratuitas para a comunidade. Estabelecer parcerias e/ou convênios para apoio a projetos de iniciativas não governamentais que tenham relevância sociocultural, visando intensificar e qualificar a agenda cultural municipal.

 

APOIO À CULTURA

Disponibilizar equipe técnica para o desenvolvimento de projetos culturais para a captação de recursos.

 

PRODUÇÃO ARTESANAL

Investir na produção, criação, qualificação, design e identidade de produto artesanal com intuito turístico.

 

CULTURA EM DEBATE

Realizar seminários, fóruns e salões de arte na Casa das Artes.

 

QUALIFICAÇÃO

Instituir parcerias com instituições públicas e privadas para qualificação dos produtores e agentes culturais de Novo Hamburgo.

 

DECORAÇÃO

Criar projetos de decoração da cidade em datas comemorativas, desenvolvidas em diferentes comunidades da cidade e nas escolas municipais. Dotar os prédios Públicos de Obras de Arte dos nossos artistas, tais como esculturas, pinturas, artesanato, etc.

PATRIMÔNIO HISTÓRICO

 •        Ampliar as ações de preservação do patrimônio histórico da cidade, especialmente através de parcerias;

•        Criar um mapa de locais e atividades voltadas à história do município e buscar a integração com os organizadores das já tradicionais festas e eventos de Hamburgo Velho;

•        Apoiar de forma efetiva a Fundação Scheffel;

•        Criar o corredor cultural e gastronômico de Novo Hamburgo, com espaços para gastronomia com música, Stand Ups, mini galerias de arte, ao longo da Avenida General Osório e área histórica de Hamburgo Velho.

 

ACESSIBILIDADE

Garantir acessibilidade das pessoas com deficiência aos espaços de produção e apreciação de atividades culturais.

 

TRADIÇÕES GAÚCHAS

•        Manter e ampliar o Rodeio Internacional no mês de abril, alusivo ao aniversário de Novo Hamburgo;

•        Grupos folclóricos nas escolas municipais em parceria com o CTG do bairro;

•        Trabalhar junto às entidades tradicionalistas para trazer eventos como a Inter Regional do Estado, acolhimento da chegada da Chama Crioula na cidade e a criação de um Acampamento Farroupilha Regional.

 

DESFILES CÍVICOS

Retomar os desfiles cívicos com escolas e entidades representativas de segmentos culturais e sociais da cidade, voltando a usar a Avenida Pedro Adams Filho como palco.

 

CINEMA DE RUA

Adquirir uma espécie de ônibus e transformá--lo em Cinema Itinerante com telão externo, levando filmes recém-saídos dos circuitos dos grandes cinemas e não vistos pela população dos bairros mais carentes para serem exibidos nas praças da periferia.

 

FUNCULTURA

Promover a capacitação e distribuição dos recursos do FUNCULTURA, para que os produtores culturais e/ou grupos possam executar, ainda no mesmo ano, seus trabalhos.

 

FEIRA DO LIVRO

A Feira do Livro deve permanecer na Praça 20 de Setembro e o espaço das bancas deve ocupar todas as alças da praça. Na parte cen-tral, concentrar as atividades paralelas, como shows e sessões de autógrafos. Liberar as ruas do entorno para acesso do público e não para instalar a Feira.

 

CAPTAÇÃO DE RECURSOS

Desenvolver ações culturais através da Lei de Incentivo à Cultura.

CARNAVAL

•        Incentivar o trabalho das comunidades carnavalescas durante o ano;

•        Reunir as escolas existentes na cidade e criar com elas uma comissão representativa, com apoio da equipe técnica para captação de recursos.

 

CASA DA LOMBA

Viabilizar, junto ao Governo Federal, recursos para sua revitalização.

Esporte e Lazer

 

ESPORTE NA ESCOLA

Oferecer atividades esportivas a jovens e crianças em idade escolar (especialmente os da rede pública de ensino), oportunizando a participação em atividades esportivas e de lazer no período escolar, visando facilitar a inclusão socioeducativa, promover a saúde e a qualidade de vida, fomentar a prática esportiva, aprimorar a integração entre as faixas etárias, descobrir novos talentos, além de possibilitar a reconstrução dos vínculos familiares e comunitários.

 

JOGOS DA CIDADE

Reativar as competições municipais através do Circuito Esportivo Municipal (interno e aberto), proporcionando aos cidadãos hamburguenses a prática de esportes de forma organizada, contemplando todas as comunidades e grupos esportivos amadores em diversas modalidades esportivas. Serão prioridades: Nova Várzea Novo Hamburgo - Copa Novo Hamburgo de diversas modalidades, incluindo as artes marciais - Torneio de Verão (Futsal e Vôlei).

 

CIRCUITO ESPORTIVO

Promover a competição que envolve crianças do município, na faixa etária de 10 a 17 anos, contemplando as modalidades coletivas mais tradicionais do esporte: futebol, basquete, voleibol, handebol e futsal, tanto masculino, quanto feminino. As competições acontecerão em ginásios, campos e quadras do município.

 

VIRANDO O JOGO

Oferecer atividades físicas e de lazer para crianças e adolescentes em situação de extrema vulnerabilidade social, com o intuito de garantir o acesso ao esporte e lazer como poderoso instrumento de inclusão e transformação social, através de programações que incluem basquete 4x4, futebol street, futebol de mesa, atividades recreativas e psicomotricidade (integração de funções motoras e psíquicas).

 

CASA DO ESPORTE

Criar um coworking do esporte, onde as en-tidades terão espaço físico para reuniões e agendas de especialização coletiva com toda estrutura necessária para a reunião de ideias, elaboração e desenvolvimento de projetos para a captação de recursos, além de qualificação dos agentes esportivos do município através de parcerias com universidades e cursos de educação física.

 

CONTRATURNO ESCOLAR COM ESPORTES

Promover a inclusão das artes marciais, além de outras atividades esportivas, no contraturno escolar, oferecendo atividades físicas e de lazer para os alunos matriculados no município, atendendo crianças e adolescentes até 14 anos.

 

BOLSA ATLETA MUNICIPAL

Criar incentivo com critérios específicos determinados em legislação própria para atletas do município que venham a representar Novo Hamburgo nas mais diversas competições estaduais, nacionais e internacionais.

 

CAPACITAÇÃO, QUALIFICAÇÃO E CAPTAÇÃO

Proporcionar a capacitação e qualificação dos agentes esportivos do município através de parcerias com universidades e cursos de Educação Física, utilizando a Casa do Esporte como local para o fomento de elaboração de projetos para a captação de recursos através das diversas Lei de Incentivo ao Esporte.

 

PRAÇAS VIVAS

 

Revitalizar os espaços públicos da cidade através de compensações de parcerias com a iniciativa privada, além de buscar recursos para a troca da iluminação atual destes locais por iluminação LED, que proporcionará maior segurança e possibilitará a prática de esportes após o horário comercial.

 

OBSERVATÓRIO DO ESPORTE

Realizar um profundo estudo da realidade esportiva do município através de parcerias com universidades da região, para a coleta de informações e elaboração de um Plano Municipal do Esporte.

 

MELHOR IDADE

Aumentar e reestruturar os programas de atendimento para os idosos para estimular uma vida mais ativa.

 

CALENDÁRIO ESPORTIVO

Organizar um calendário esportivo informando os eventos que acontecerão na cidade.

 

FUTEBOL

Incentivar as melhorias dos espaços cedidos pela Prefeitura já utilizados pelos clubes para estimular a prática do esporte e a convivência social.

 

CALISTENIA (Street Workout) 

Proporcionar espaços públicos, de baixo custo, para a prática desta modalidade de exercícios físicos, que tem como princípio a utilização do próprio corpo para a prática dos movimentos.

 

ESPORTE INCLUSIVO

Implantar modalidades inclusivas em todos os eventos e programações esportivas, além de melhorar a acessibilidade a todas as praças e espaços esportivos.

Segurança e Defesa Civil

SEGURANÇA E SOCIEDADE CIVIL 

Fortalecer o Conselho Pró-Segurança Pública de Novo Hamburgo (CONSEPRO) e o Gabinete de Gestão Integrada.

 

APLICATIVO DE SEGURANÇA

Criar um aplicativo de segurança pública para ser utilizado por todo cidadão.

 

MODERNIZAR MONITORAMENTO 

Modernizar e aumentar o sistema de Câmeras de Monitoramento funcionando, para vias públicas e parques públicos, além de instalar alarmes em prédios públicos, com monitoramento e pronta resposta, com barreiras contra intrusão física.

 

HABITAÇÃO PARA BRIGADA MILITAR 

Estudar a viabilidade de projetos habitacionais em parceria com o Estado e com a Brigada Militar para que se aumente o efetivo de policiais na cidade, sem que se corra o risco de que deixem Novo Hamburgo devido aos custos de deslocamento.

 

SEGURANÇA PRIVADA

Criar rede de apoio da Segurança Privada com as demais forças de segurança no município.

 

CENTRO INTEGRADO DE SEGURANÇA 

Estruturar o Centro Integrado de Segurança e Inteligência, criando também o Centro Integrado de Treinamento em Novo Hamburgo, onde as forças de segurança poderão ser treinadas e receber instruções técnicas e táticas, na teoria e prática.

 

POSTO INTEGRADO EM LOMBA GRANDE 

Criar um Posto Integrado de Segurança em Lomba Grande, como projeto piloto podendo ser ampliado para outros bairros.

GUARDA MUNICIPAL

Contratar agentes administrativos para atuarem internamente na Guarda Municipal,a fim de liberar os GMs para atuarem na atividade-fim;

•        Aumentar o efetivo da Guarda Municipal, buscando a valorização e qualificação destes profissionais para que atuem nas ruas, no policiamento ostensivo em um trabalho integrado com a Brigada Militar e Polícia Civil;

•        Implantar o policiamento comunitário atra-vés da Guarda Municipal;

•        Criar Grupo Tático (ROMU) na Guarda Municipal;

•        Rever o plano de Carreira da Guarda Municipal, bem como o Código de Conduta da corporação, de acordo com a Lei nº 13.022/2014.

 

AÇÃO INTEGRADA

•        Desenvolver ações conjuntas entre a Guarda Municipal, Brigada Militar e Polícia Civil;

•        Integrar o Centro de Monitoramento e Controle (sistema de geração e gravação de imagens, com sistema de reconhecimento biométrico e facial) com a participação de BM, PC SUSEPE e GM.

 

DEFESA CIVIL

•        Desenvolver ações de prevenção com o apoio à Guarda Municipal;

•        Reestruturar e modernizar as instalações da Defesa Civil;

•        Elaborar plano de ação no caso de enchentes e áreas de risco;

•        Promover a capacitação e o treinamento de recursos humanos para ações de proteção e defesa civil, gestão de riscos e desastres;

•        Articular com o Governo Federal a Defesa Civil também como um órgão de proteção;

•        Manter equipe técnica multidisciplinar mobilizável a qualquer tempo para atuar nas ações de proteção e defesa civil;

•        Investir no Corpo de Bombeiros com os recursos do Funrebom;

•        Capacitar e formar grupos voluntários para atuar em situações de desastres/calamidades em conjunto com a Defesa Civil.

2º EIXO
Desenvolvimento Econômico:

 

Promover Novo Hamburgo como uma cidade polo de saúde privada, buscando o reconhecimento nas regiões do Vale do Sinos, Paranhana, Encosta da Serra e Vale do Caí como uma opção de alta qualidade e mais próxima de suas cidades. Desde os departamentos universitários até as discussões em Davos há um consenso global de que o futuro da economia será verde e digital. As questões de sustentabilidade são a maior fonte de mobilização da juventude atual. Essa poderosa tendência deve orientar as discussões e projetos tanto das gestões públicas como das empresas em sua visão de futuro.

 

Em Novo Hamburgo temos, historicamente, uma economia de forte base industrial de natureza calçadista. O setor de serviços é cada vez mais im-portante, mas o comércio que outrora atraía uma clientela regional, enfraqueceu. Com a pandemia, pequenos e médios negócios sofreram impacto devastador e muitos não sobreviverão. A reconstrução de nossa economia não se dará olhando para os modelos do passado, mas sim, criando as condições para que as atuais e as novas empresas consigam surfar as novas ondas tecnológicas.

 

O futuro de nossa economia, portanto, dependerá de nossa capacidade de definir e construir novas frentes de crescimento que unem tecnologia de ponta e sustentabilidade. Precisamos definir uma ou mais novas vocações econômicas a partir de uma minuciosa análise estratégica de nossa parti-cular base de competências e capacidades, para sobre elas amarrar nossas decisões de investimento público e privado, nosso esforço de capacitação profissional, as ênfases de nosso sistema de ensino, o formato e conteúdo de nossa legislação municipal, os incentivos e investimentos públicos, etc.

 

Construir uma nova economia não implica destruir ou ignorar a base antiga, mas sim, construir o novo sobre a base antiga. Novos clusters econômicos nascem da articulação de uma ampla base de conhecimento já existente na exploração de novas oportunidades de mercado. Assim, ao mapear a grande base local de conhecimento, competências e experiências, e explorar novas possibilidades de negócio para o futuro, o planejamento estratégico municipal começa a influenciar o planejamento empresarial de longo prazo das empresas, criando um novo e importante espaço de integração entre as iniciativas públicas e privadas.

 

Nesta visão, a administração pública não apenas se alinha com os movimentos da iniciativa privada facilitando o processo de desenvolvimento econômico na sua própria esfera de decisões, mas também exerce um papel propositivo, agregador e acelerador desse crescimento. As propostas deste plano, em todas as três grandes frentes de atuação, se integram e se complementam mutuamente de acordo com essa visão de futuro. 

Fazenda

 

ENGENHARIA FINANCEIRA

•        Revisar o fluxo de caixa do município, adotando as melhores práticas, identificando a situação de caixa herdada e o descompasso entre os recursos livres e vinculados, assim como a situação dos fundos municipais;

•        Definir a forma de financiamento do déficit de caixa em 90 dias e ao longo de 2021;

•        Revisar a sistemática de Caixa Único, atualizando-o com base em novas experiências.

Identificar a política adotada pela gestão anterior;

•        Avaliar a estrutura do Tesouro Municipal.

 

MEDIDAS DE CONTENÇÃO DE DESPESA 

Reforma administrativa: Realizar a reforma administrativa, visando reduzir a sobreposição de estruturas e órgãos, garantindo a eficiência administrativa.

 

Execução orçamentária: Decretar por 100 dias, para o contingenciamento de despesas do Poder Executivo, com base em nova programa-ção financeira e no cronograma de execução de desembolsos, compatibilizando os saldos orçamentários e financeiros às disponibilidades das fontes de receitas. Manter livre somente as despesas onerosas, como contas de água, luz, que implicam multas.

 

Instituir a Coordenação Orçamentária e Financeira, centralizando a execução e liberação da despesa pública. As competências são:

 

a.               Compatibilizar as propostas do Plano Plurianual, da Lei de Diretrizes Orçamentárias e das Leis Orçamentárias Anuais e referendá-las;

b.               Estabelecer a política orçamentária, compatibilizando-a com a capacidade financeira do município;

c.               Estabelecer política e deliberar, previamente, sobre a contratação de operações de crédito;

d.               Estabelecer política para celebração de convênios que impliquem contrapartida de recursos do erário municipal;

e.               Acompanhar a execução orçamentária e   deliberar sobre a abertura de créditos adicionais ao orçamento;

f.                 Garantir a suficiência financeira dos recursos orçamentários vinculados.

 

EQUILÍBRIOS DAS CONTAS

Elaborar uma avaliação das despesas por natureza, por função, e por órgão, dos últimos quatro anos para identificar os fatores do desequilíbrio fiscal.

  

ORÇAMENTO TÉCNICO

Instituir uma política de cotas de custeio da administração direta, autarquias e empresas dependentes, com vistas a delimitar as despesas compulsórias (luz, água, contratos, locação, dívida), revendo os gastos realizados nessas rubricas.

 

ANÁLISE DE CONTRATOS

Rever, em todos os órgãos e entidades do Poder Executivo, os gastos com terceirizados, contratos em andamento e licitações feitas nos últimos 12 meses;

 

FLUXOS RESPEITADOS

Respeitar o sistema de empenho, liquidação e pagamento, respeitando a ordem cronológica e numérica de liquidação dada pelo registro. Auditar se há atrasos e adiantamentos nos processos de liquidação, ou seja, se estes estão obedecendo o fluxo normal.

 

ECONOMICIDADE

Realizar auditorias nos contratos, cancelando contratos por economicidade, informando ao Tribunal de Contas.

 

INVESTIR É VALORIZAR

Definição de metas de investimento com recursos próprios para o primeiro ano de governo, priorizando os de baixo custo com impacto social.

 

PESSOAL E PREVIDÊNCIA

•        Criar uma força tarefa especial para propor uma Reforma de Previdência Municipal, adotando medidas de ajuste na legislação municipal;

•        Cortar 50% de cargos em comissão;

•        Suspender por 90 dias a concessão de novos benefícios (promoções, horas extras, gratificações, enquadramentos, etc.) que resultem em incremento na folha mensal;

•        Centralizar as negociações salariais no Poder Executivo e definição de novas normas para as autarquias e empresas do município;

•        Revisão dos acordos coletivos celebrados fora do Poder Executivo;

•        Suspensão de autorizações de despesas onerosas para congressos, fóruns, simpósios, feiras e similares, exclusive as autorizadas pela Prefeita Municipal;

 

COMPRAS

Revisar todos os contratos relativos às compras em andamento; Centralizar os processos licitatórios do Município na Secretaria da Fazenda.

 

CONTRATOS E DESAPROPRIAÇÕES

•        Suspender ou revisar todos os contratos de prestação de serviços, consultorias e publicidade/propaganda vigentes não alinhadas ao plano de governo;

•        Revisar todos os contratos de locação de imóveis, veículos, equipamentos visando a repactuação dos valores ou seu cancelamento;

•        Exigência de autorização prévia da Coordenação Orçamentária e Financeira para início de qualquer processo administrativo de desapropriação e/ou intervenção urbanística que, de alguma forma, exige desembolso de recursos do Município e/ou transferência de patrimônio público.

 

EMPRESAS/AUTARQUIAS

•        Revisar a legislação e as atribuições das empresas dependentes, autarquias, a fim de adequá-las ao contexto das necessidades do Município, verificando sua situação patrimonial e financeira;

•        Estudar a situação da Comusa frente à nova Lei do Saneamento.

 

OPERAÇÕES DE CRÉDITO E REESTRUTURAÇÃO DE DÍVIDAS

•        Revisar o cronograma e as ações previstas das operações de crédito contratadas e os passivos deixadas pela administração anterior;

•        Elaborar em 30 dias, um Relatório da Evolução da Dívida Municipal, propondo a reestruturação de dívidas e nova definição de prazos. Avaliar e revisar a estrutura de gestão da dívida do município.

 

PARCERIA PÚBLICO PRIVADA

Apoiar as iniciativas que visam estimular novas formas de integração entre o setor público e privado.

 

TRANSPARÊNCIA FISCAL

•        Estabelecer uma nova relação de transparência fiscal junto à Câmara Municipal;

•        Melhorar o sistema de informações fiscais da Secretaria Municipal da Fazenda junto à comunidade.

Comércio, Indústria e Inovação
 

 VALORIZAÇÃO DAS EMPRESAS DA CIDADE

Estimular a participação de empresas de Novo Hamburgo no processo licitatório do poder público municipal.

 

INDÚSTRIA/COMÉRCIO:

 

AGILIDADE

Melhorar o processo de aproximação com o empreendedor, buscar a desburocratização do setor público e acompanhar as tendências que se concentram em grandes inovações tecnológicas.

 

DISTRITO INDUSTRIAL

Resgatar o Projeto Urbim, realizando as atualizações necessárias para implantação de um distrito industrial, com a capacidade de criar uma nova vocação hamburguense.

 

ESCRITÓRIO DO EMPREENDEDOR 

Transformar a sala do empreendedor no escritório do empreendedor, reunindo em um único espaço todos os setores necessários para a abertura de uma empresa, resultando em agilidade e maior qualidade.

 

LICITAÇÃO

Estimular a participação de empresas de Novo Hamburgo no processo licitatório do poder público municipal.

 

REDUÇÃO DE IMPOSTO

Implantar a Política de gatilhos do ISSQN, reduzindo o imposto sobre serviço na medida em que a arrecadação for aumentando.

 

ALVARÁ PROVISÓRIO

Liberar alvará em 24h, de forma provisória, via internet.

 

LEI DE LIBERDADE ECONÔMICA 

Implantar a Lei de Liberdade Econômica no município definindo normas que protegem a livre iniciativa de atividades econômicas.

 

EMPREENDEDORISMO

Criar projetos de estímulo ao empreendedorismo para estudantes municipais.

 

FEIRAS

Atrair e estimular a realização de feiras, mostras e eventos de negócios na cidade.

 

INVESTIMENTOS

Fomentar e incentivar investimentos no Município, em áreas e setores estratégicos para o desenvolvimento econômico e sustentável, mediante ações que atraia, facilite e informe investidores privados, nacionais e estrangeiros sobre as possibilidades oferecidas pelo Município;

MEIs, MICRO E PEQUENAS EMPRESAS Formular políticas e coordenar ações de apoio às micro e pequenas empresas, bem como aos microempreendedores individuais.

 

CONSELHO ECONÔMICO

Criar o conselho econômico com empresários, universidade e entidades para direcionar as ações de estímulo ao desenvolvimento econômico.

 

INOVAÇÃO:

 

BI - BUSINESS INTELLIGENCE

Implantar  o  setor  TIC  -  Tecnologia  da Informação e Comunicação - com intuito de minimizar custos, construir juntamente com o grupo de tecnologia do próprio município, mecanismos centralizadores de dados, com o objetivo de produzir soluções eficientes (agregar valor aos dados concatenados), sem a necessidade de contratação de empresas para realização de ouvidores e consultorias, visto que todas as informações trazidas com um alto investimento, são produzidas pela própria instituição. 

 

CIT - CENTRO DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA

Disponibilizar o prédio reformado, no formato de coworking, para startups e fomentar o desenvolvimento e a aplicação de tecnológica no município.


TURISMO:

 

LOMBA GRANDE

Reestruturar, ouvindo às demandas do segmento e planejar as ações para o crescimento sustentável do turismo de lazer e negócios locais de Lomba Grande.

 

VALE GERMÂNICO

•  Trabalhar o turismo de forma que estimule o turista a vivenciar a cultura germânica, permanecendo mais tempo em nossa cidade;

•  Estruturar roteiros turísticos valorizando nossas origens germânicas.

 

RECURSOS TECNOLÓGICOS

Fomentar o uso dos recursos de plataformas digitais gratuitos para facilitar a busca dos roteiros turísticos de Novo Hamburgo.

3º EIXO
Sustentabilidade:

 

Desenvolvimento sustentável significa conciliar o processo de desenvolvimento social e econômico com a manutenção do equilíbrio ambiental, seja local, seja a nível mundial, no presente ou no futuro. Isto é, ao mesmo tempo em que busca a satisfação das necessidades e aspirações humanas, protege a qualidade de vida e o meio ambiente, legando às gerações vindouras um meio ambiente igual ou melhor que o atual.

 

A sustentabilidade implica que a atividade econômica se desenvolva de uma maneira ética, isto é, sem comprometer os recursos naturais e o meio ambiente que as gerações futuras irão herdar e sem aprofundar o fosso da desigualdade social. Nessa perspectiva, a economia deve estar a serviço do desenvolvimento humano e social, não o contrário.

 

As novas gerações são especialmente atentas às questões ambientais. Ignorá-las significa perder contato com o mercado futuro, além de desperdiçar todo um conjunto de novas oportunidades de negócio associadas à promoção da sustentabilidade. As considerações ambientais estarão, inevitavelmente, presentes na vida das empresas, com ou sem uma legislação específica que as implante. Não é só uma questão de preservação ambiental. Para as novas gerações, é também uma questão de qualidade de vida e de comportamento ético.

 

A sustentabilidade também pode ser vista desde a perspectiva da manutenção e acumulação de Capital Social. Além dos recursos intangíveis ligados às estruturas sociais de agregação de forças e capacidades, podemos incluir, nessa denominação, todo o conjunto de recursos físicos na forma de infraestrutura, instalações, construções, obras civis, etc, dos quais desfrutamos atualmente e que expressam o esforço contributivo das gerações que nos antecederam. É nossa obrigação, enquanto pessoas físicas e pessoas jurídicas, preservar e enriquecer esse patrimônio para que próximas gerações possam contar com essa mesma base de capital social que nós herdamos e desfrutamos.

 

Nesta proposta de governo, o município de NH é desafiado a definir metas ousadas na questão da sustentabilidade e na preservação e ampliação do seu capital social.

Ambiente Urbano

 

DESBUROCRATIZAR E DAR CELERIDADE AOS PROCESSOS

Unificar as Secretarias de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano e Diretoria de Habitação, criando a Secretaria de Ambiente Urbano.

 

ATRATIVIDADE

Aumentar a atratividade do ambiente urbano do município, para que se torne o destino preferente de profissionais de alta qualificação, de empresas ambientalmente comprometidas e de consumidores e famílias em geral.

 

NOSSO MEIO AMBIENTE

•             Criar um programa permanente de arborização de vias públicas (áreas verdes e praças);

•             Criar um programa permanente de Educação Ambiental;

•             Revisar e readequar, se necessário, o Plano Municipal de Meio Ambiente.

 

RECICLAGEM

•             Aperfeiçoar o tratamento de resíduos (recicláveis e orgânicos);

•             Ampliar a criação de Ecopontos e readequar os depósitos de resíduos já existentes.

 

ENERGIAS ALTERNATIVAS

•             Criar um programa permanente de Incentivo de Energias Alternativas, tais como solar, eólica e de dejetos agrícolas;

•             Firmar parcerias com Universidades na criação de centro de pesquisa no setor energético renovável.

 

ENCHENTES

Realizar projetos e obras de drenagem e prevenção contra cheias;

 

PARQUE LINEAR FLUVIAL URBANO

Criar um programa permanente de estruturação e criação de Unidades de Conservação Municipal, especialmente a criação de um Parque Linear Fluvial Urbano para os três arroios que cortam a cidade.


REVITALIZAÇÃO COMO MULTA

•             Fazer trabalho de revitalização do espaço urbano e arborização geral no município, com substituição de multas por regularizações, onde o contribuinte ao invés de pagar uma multa ao município, poderá realizar a revitalização de um espaço público da cidade;

•             Criar um programa permanente de Conversão de Multas Ambientais em melhorias para a cidade, sendo utilizado, inclusive, para tirar pessoas das áreas de risco.

 

LICENCIAMENTO AMBIENTAL E ARQUITETÔNICO

•             Desburocratizar os processos de emissão de licenças ambientais de projetos sem negligenciar a segurança e impacto ambiental criando um fluxo único para entrada e saída de processos;

•             Desburocratizar e tornar mais célere a aprovação e licenciamento de Projetos Arquitetônicos.

 

TECNOLOGIA A FAVOR

Implantar um software de licenciamento ambiental, bem como um Sistema Integrado de Monitoramento e Licenciamento Ambiental.

 

PLANEJAMENTO URBANO

•             Criar um cadastro dos prédios industriais e comerciais abandonados;

•             Realizar projetos e obras do sistema viário principal.

 

SANEAMENTO

Revisão do Plano de Saneamento Básico.

 

FISCALIZAÇÃO SANITÁRIA

Ampliar os esforços na verificação de ligações clandestinas de esgoto sanitário e ações fiscalizatórias intersetoriais conjuntas (com outras Secretarias).

 

TRATAMENTO DE ESGOTO

Ampliar a rede de coleta e tratamento de esgoto.

 

CAPTAÇÃO DE RECURSOS

Criar um programa permanente de captação de verbas públicas e privadas.

 

HABITAÇÃO

Atualizar o Plano Municipal de Habitação, definindo ações de curto, médio e longo prazo, com a participação da população.

 

BMMC

Criar o Banco Municipal de Materiais de Construção, mediante cadastro e instituir PPP’s.

 

REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA

•             Ampliar a Força Tarefa de Regularização Fundiária;

•             Criar incentivos para regularização de lotes mediante contrapartida dos interessados, assegurando a legalização da moradia.

 

MORADIA PARA QUEM PRECISA

Criar um programa de fornecimento de planta baixa para a construção de moradias para a população de baixa renda, buscando convênio com o CREA e o CAU.

 

COOPERAÇÃO

•             Fortalecer as cooperativas habitacionais;

•             Ampliar as parcerias com programas habitacionais já existentes nas esferas estadual e federal, oportunizando moradias para a população de baixa renda.

 

CAUSA ANIMAL

•             Criar o Fundo Municipal de Defesa e Proteção Animal;

•             Desenvolver ações de defesa e proteção aos animais.

 

CAPACITAÇÃO DOS PROTETORES 

Cadastrar e capacitar protetores para atuar voluntariamente, com apoio da gestão municipal.

 

ALTERNATIVAS DE AMPARO E APOIO AOS PROTETORES

Firmar Parcerias Público-Privadas (PPP’s) com Clínicas Veterinárias e ONG’s do ramo, como ações alternativas de amparo e assistência aos protetores cadastrados e capacitados para atuar na causa animal.

 

UNIVERSIDADES NA CAUSA

Criar parceria com universidades para prestar atendimentos no Canil por estagiários de Medicina Veterinária.

 

SAMU PET

Criar o Samu Pet em parceria com universidades.

 

CHIPAGEM

Iniciar o programa de chipagem de animais domésticos com registro de seus responsáveis.

 

CASTRAMÓVEL

Reestruturar a castração de animais e o funcionamento do Castramóvel.

 

GPDA

Criação da Guarda de Proteção e Defesa Animal.

Infraestrutura e Serviços

 

USINA DE ASFALTO

•             Realizar estudo de viabilidade para implantação de usina de asfalto, buscando preço no mercado e comparando com o custo de produção;

•             Estudar a produção de bloquetes através de uma usina, meios fios, postes, bancos com a composição de sobras de demolições de prédios.

 

RESIDÊNCIAS SUSTENTÁVEIS

Criar um projeto que contemple a utilização de residências sustentáveis, onde possamos ter reutilização de águas oriundas de chuvas, energia solar, arborização estratégica com o objetivo paisagístico e funcional, além de sistema de tratamento de esgoto, com manutenção regular documentada, gerando um desconto no IPTU.

 

TRANSPORTE PÚBLICO

Realizar licitação de transporte público coletivo, com o objetivo de renovar a frota e aumentar os veículos acessíveis, devendo estes veículos contar com equipamentos de segurança e monitoramento, sistema de ar condicionado, que tragam conforto e bem estar aos usuários, bem como a integração de linhas.

 

PARADAS DE ÔNIBUS

Modernizar as paradas de ônibus, implantando um sistema informatizado que irá contemplar todos os modais, para que o usuário possa se localizar dentro do município de forma prática e rápida. Com essa melhora significativa no controle e gestão dos pontos e veículos, o usuário saberá o horário exato que seu veículo irá chegar ao ponto estabelecido;

 

ACESSIBILIDADE

Criar dentro da Secretaria de Obras, setor es-pecífico para cuidar da acessibilidade, buscando pensar nossa cidade a partir de um olhar mais inclusivo, para que a pessoa com necessidades especiais possa ter maior autonomia e se sinta totalmente inserida em nossa comunidade.

 

CICLOVIAS

•             Aumentar consideravelmente o número de ciclovias, bicicletários públicos e pontos de suporte aos ciclistas;

•             Elaborar estudo de viabilidade técnica para construção da Eco Ciclovia na Lomba Grande, procurando além de estimular o uso de bicicletas, fomentar o turismo em nossa área rural.

 

APLICATIVO PARA ESTACIONAMENTO ROTATIVO

Implantar aplicativo para o sistema de estacionamento rotativo que contenha a marcação das vagas e suas disponibilidades, para facilitar a compra do ticket e seu deslocamento em

áreas centrais.

ILUMINAÇÃO PÚBLICA

•             Modernizar e expandir o atendimento de iluminação pública em LED no município, onde iremos efetuar um mapeamento de todas as regiões que precisam melhorar a qualidade de iluminação e pontos que hoje não são atendidos;

•             Assumir a responsabilidade do município de iluminar a ERS-239 e BR-116, no trecho da cidade.

 

OBRAS PLANEJADAS

Aumentar a fiscalização do setor e das obras em execução para que esta seja executada de acordo com o planejamento estabelecido inicialmente.

 

OBRAS TRANSPARENTES

Criar um canal de comunicação entre a Secretaria de Obras e a comunidade, para que, com isso, seja possível passar maior transparência nos processos estabelecidos, tais como obras em andamento, prazos de início e conclusão das obras, entre outras funções.

 

CEMITÉRIO MUNICIPAL

•             Implantar no Cemitério Municipal um sistema de gestão informatizado e atualizado a nova realidade digital;

•             Desenvolver parceria público-privada para viabilizar um crematório municipal.

 

EFICIÊNCIA

•             Dar continuidade e agilidade para a conclusão das obras em andamento;

•             Verificação e levantamento técnico de prédios públicos próprios para reaproveitamento/reforma, evitando custos com locação.

 

MOBILIDADE URBANA

Desenvolver novo plano diretor para o muni-cípio, com o objetivo de integrar os diferentes modais, e organizar o sistema de mobilidade da cidade, planejando a hierarquização e ar-quitetura de fluxos das vias, para trazer mais conforto aos habitantes e gerando economia em seus deslocamentos. Nesta nova concep-ção, priorizar os pedestres e modais que aten-dam requisitos de sustentabilidade, porque entendemos que estamos inseridos em um ambiente onde precisamos equalizar economia e sustentabilidade.

 

PLANEJAMENTO VIÁRIO

Criar política pública no planejamento viário com ampliação e melhorias nas vias públicas, com viés da segurança e mobilidade, com faixas exclusivas para veículos de duas rodas, priorizando avenidas, ruas com grande fluxo de trânsito de veículos e pessoas nos bairros.

 

SEMÁFOROS SINCRONIZADOS

Implantar projeto para a padronização com viés sequencial dos semáforos, visando a modernização destes.

 

MODERNIZAÇÃO DO SISTEMA VIÁRIO 

Estudar a implantação de sistema binário em vias paralelas, uma em cada sentido, para organizar e aumentar a fluidez. Estudar a implantação de "mão inglesa" nos contornos de quarteirões com o objetivo de evitar cruzamentos em “X”, e assim, elevar o índice de segurança da população.

Qualificação e Modernização da Administração Pública

 

METAS DE GESTÃO

Estabelecer metas de gestão para os secretários municipais, observando indicadores de projetos estipulados para cada pasta, sendo a atuação dos secretários pautadas por tais prioridades, as quais serão revisadas e avaliadas constantemente.

 

SUBPREFEITURA DE LOMBA GRANDE 

Criar a subprefeitura para melhorar a prestação de serviços públicos no bairro rural da cidade.

 

INFORMAÇÃO AO CIDADÃO

Aperfeiçoar o serviço de informação ao cidadão, orientando quanto ao acesso às informações e protocolização de documentos, bem como a tramitação destes em suas respectivas unidades.

 

OUVIDORIA COM EFETIVIDADE

Garantir a efetividade do serviço de ouvidoria do município com inovação nos canais de comunicação que ligam a população e os servidores à administração, dando mais agilidade e resolutividade às demandas.

 

FORTALECIMENTO DO COMBATE À CORRUPÇÃO

Fortalecer a Controladoria Geral do município, órgão responsável por assistir direta e indiretamente ao executivo quanto aos assuntos que sejam relativos a defesa do patrimônio público e ao incremento da transparência da gestão, por meio das atividades de controle interno, auditoria pública, correição, prevenção e combate à corrupção.

 

MARCO REGULATÓRIO

Estruturar a implantação do setor do Marco Regulatório para o atendimento das organizações da Sociedade Civil e fazer a interlocução dos setores municipais conforme determinação da Lei Federal nº 13.019/2014.

 

BANCO DE TALENTOS

Realizar diagnóstico dos servidores municipais, com o objetivo de utilizar a mão de obra especializada em áreas carentes da administração, valorizando também o quadro funcional do próprio município.

 

GENTE E GESTÃO

Utilizar indicadores para embasar ações, planejamentos e estratégias dentro da gestão de pessoas, realizando um acompanhamento contínuo de performance, verificando se os colaboradores estão alcançando as metas e fazendo adaptações para gerar melhores resultados.

FISCALIZAÇÃO DE CONTRATOS 

Organizar a fiscalização em relação aos serviços terceirizados e conveniados, possibilitando maior agilidade e efetividade no acionamento de medidas que visem o cumprimento adequado dos serviços contratados pelo Poder Público.

 

AÇÕES DE GOVERNANÇA E FISCALIZAÇÃO

•             Implantar ações de planejamento, acompanhamento e monitoramento de projetos e programas de governo, articulando e dando agilidade às ações transversais entre diferentes órgãos e secretarias;

•             Sistematizar a produção e atualização de indicadores do município, nas mais diferentes áreas;

•             Trabalhar a transparência dos atos governamentais;

•             Acompanhar os índices, metas e objetivos alcançados e elaborar relatórios comparativos entre as metas e resultados;

•             Fiscalizar a qualidade dos serviços públicos prestados à população, diagnosticar problemas e falhas, e construir soluções em um trabalho conjunto com os gestores das secretarias envolvidas;

•             Receber denúncias de irregularidades, coletar informações sobre a situação denunciada e, se evidenciada a irregularidade, encaminhar a mesma aos setores e orgãos competentes para as devidas providências, com emissão de relatório de todo o processo, disponibilizando, à população, as informações sobre os fatos e providências adotadas, com total transparência;

•             Acompanhar relatórios das ouvidorias, coletando as reclamações, críticas e reivindicações da população, que serão encaminhadas aos setores competentes para que uma solução seja apresentada ao reclamante e analisar o resultado e grau de satisfação do cidadão. A partir de um problema pontual será identificada a falha no sistema para que seja corrigida, chegando-se a uma solução definitiva;

•             Acompanhar e aprimorar periodicamente os canais de transparência e comunicação com a sociedade;

•             Acompanhar o desenvolvimento de novas tecnologias e tendências que simplifiquem os processos administrativos, agilizando os serviços internos e tornando mais ágeis os atendimentos aos cidadãos, para elevar a qualificação dos serviços públicos prestados;

•             Acompanhar o grau de satisfação da população em relação à administração pública.

 

QUALIDADE NO ATENDIMENTO AO CIDADÃO;

•             Criar um ambiente acolhedor e resolutivo no atendimento ao cidadão, informatizando e unificando em um único procedimento de protocolo;

•             Qualificar o atendimento pelo telefone 156 e criar um aplicativo de solicitações para a prestação de serviços públicos.

 

PATRIMÔNIO PÚBLICO

Agir com excelência no cuidado e manutenção do patrimônio público, aplicando mecanismos para controle de frota e equipamentos, através de tecnologias e gestão.

 

ATOS OFICIAIS

Dar publicidade aos atos oficiais, melhorando a comunicação entre o cidadão e a Prefeitura, principalmente das contas públicas, de maneira mais transparente.

 

CÓDIGO DE ÉTICA DA ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL

•             Criar, com a participação dos servidores, o Código de Ética da Administração Municipal;

•             Instituir o Conselho de Política de Administração e Remuneração de Pessoal, integrado por servidores municipais, criando um fórum permanente de discussão das demandas do funcionalismo público.

 

ESCOLA DE GOVERNO

Criar uma Escola de Governo para qualificar permanentemente os servidores públicos municipais, investindo no capital humano da administração pública.

RESPONSABILIDADE COM O PLANO, RESPEITO PELA CIDADE!

 

O plano se realizará no âmbito do Município de Novo Hamburgo, nos limites das prerrogativas e autonomia concedidas à gestão municipal pela legislação nacional. Será liderado pela prefeita de Novo Hamburgo, apoiada pelos órgãos da estrutura municipal e com a colaboração de instâncias específicas a serem criadas para a gestão do plano com a presença de lideranças, empresas e organizações do setor privado.

 

Os projetos serão financiados por recursos do Orçamento Municipal, por recursos privados e por recursos que o município conseguir captar de outros entes federativos ou da iniciativa privada. O plano orientará a aplicação prioritária dos recursos municipais e os esforços de mobilização dos recursos privados. Todas as iniciativas poderão mobilizar e aplicar verbas públicas e privadas. A mobilização de verbas públicas seguirá as regras de aplicação orçamentária municipal. Os recursos privados serão aplicados sob comando e controle privado. Todas as iniciativas empreendidas terão prestação de contas públicas e serão avaliadas quantitativa e qualitativamente quanto:

 

A sua contribuição para os objetivos do plano;

A eficiência dos gastos realizados frente aos resultados alcançados;

Aos conhecimentos, aprendizagens e experiências adquiridas.

COMPROMISSO COM VOCÊ

 

Este Plano de Governo, desenvolvido por pessoas apaixonadas por esta cidade, traduz em propostas aquilo que acreditamos ser o melhor para endireitar Novo Hamburgo, levando respeito para seus cidadãos e tornando-a uma cidade de respeito dentro e fora do nosso Rio Grande do Sul.

 

Novo Hamburgo, 24 de setembro de 2020.

rodape-fundo-azul.jpg

Fale com a gente pelo WhatsApp:

51 99844.0762

  • YouTube
  • Branco Facebook Ícone
  • Instagram
  • Branca Ícone LinkedIn

Endereço do Comitê:
Av. Pedro Adams Filho, 3303
Novo Hamburgo - RS

Patricia Beck 2020 - Feito com carinho pela equipe da próxima prefeita de Novo Hamburgo.

Eleições 2020 - PATRICIA TAINE BECK PREFEITA | CNPJ: 39.141.264/0001-09

© 2020 por Patricia Beck.